A conexão entre umidade relativa e alergias

A conexão entre umidade relativa e alergias
Advertisements

[ad_1]
Quando se trata de alergias, muitos fatores podem contribuir para a sua gravidade e frequência. Um desses fatores que muitas vezes é esquecido é a umidade relativa. A umidade relativa é a quantidade de vapor d’água no ar em comparação com a quantidade máxima de vapor d’água que o ar pode reter naquela temperatura. Níveis elevados de umidade podem agravar as alergias, enquanto níveis baixos de umidade também podem ter efeitos negativos em quem sofre de alergias.

Altos níveis de umidade criam um ambiente ideal para o desenvolvimento de mofo, ácaros e outros alérgenos. Os esporos de mofo, em particular, são alérgenos comuns que podem causar problemas respiratórios, irritação na pele e outros sintomas. Os ácaros, criaturas microscópicas que vivem na poeira e se alimentam de células da pele humana, também florescem em ambientes úmidos. Esses alérgenos podem desencadear reações alérgicas em indivíduos suscetíveis, causando sintomas como espirros, respiração ofegante, tosse e erupções cutâneas.

Advertisements

Além de promover o crescimento de alérgenos, a umidade elevada também pode dificultar a regulação da temperatura pelo corpo, levando ao aumento da transpiração e da desidratação. A desidratação pode piorar os sintomas da alergia, tornando as membranas mucosas secas e irritadas, tornando-as mais suscetíveis aos alérgenos.

Por outro lado, os baixos níveis de humidade também podem ter um impacto negativo nas alergias. O ar seco pode irritar o sistema respiratório, causando inflamação e aumento da produção de muco. Isto pode piorar os sintomas dos alérgicos, dificultando a respiração e aumentando o risco de infecções respiratórias.

Uma forma de mitigar os efeitos da umidade nas alergias é controlar o ambiente interno. Usar um desumidificador pode ajudar a reduzir os níveis de umidade e inibir o crescimento de mofo e ácaros. Manter os espaços internos bem ventilados e limpos também pode ajudar a reduzir os alérgenos. Além disso, o uso de um purificador de ar pode ajudar a remover alérgenos do ar, melhorando a qualidade do ar interno e reduzindo os sintomas de alergia.

Concluindo, a ligação entre umidade relativa e alergias é significativa. Níveis elevados de umidade podem promover o crescimento de alérgenos, como mofo e ácaros, exacerbando os sintomas de alergia. Por outro lado, os baixos níveis de umidade também podem piorar os sintomas de alergia, irritando o sistema respiratório. Ao controlar os níveis de humidade interior e manter uma boa qualidade do ar interior, os alérgicos podem reduzir a sua exposição aos alergénios e aliviar os seus sintomas.
[ad_2]


Descubra mais sobre Clima e Previsão do Tempo

Subscribe to get the latest posts sent to your email.

Advertisements
By Murillo Pereira

Redator e Criador de Conteúdo, Entusiasta Tech e Publicitário Digital.

Descubra mais sobre Clima e Previsão do Tempo

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading